Apoios

Apoios

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Rescaldo - 6ª Maratona BTT “Rota dos Besouros”, Sepins, 15 de Janeiro

O último fim de semana foi fértil em movimentações!

O sábado, este sem direito a manhã de trabalho, foi preenchido de manhã com um treino com séries em estrada com uma duração de 2h10, depois passou por uma viagem à tarde até Santa Maria da Feira, onde à noite na companhia da Cristina assisti no Europarque à peça de teatro ‘Toda a Gente Sabe que Toda a Gente Sabe’ (espectáculo cómico de Pedro Costa, da Produtora Statement, com Teresa Guilherme, principal protagonista, Lurdes Norberto, Heitor Lourenço, Sofia de Portugal e Rodrigo Saraiva).

Acabada a peça de teatro, rumou-se até à “Terra do Leitão”, Mealhada, onde pernoitei na Quinta dos 3 Pinheiros (recomenda-se)!

Foi durante a viagem e depois durante a noite que tive o primeiro aviso para a Maratona de Sepins, a chuva, que caía com bastante intensidade e iria deixar os trilhos completamente enlameados.

A manhã de domingo estava cinzenta e bastante húmida, não chovia mas era uma questão de esperar uns minutos…

Com o pequeno almoço despachado e tudo arrumado, seguiu-se da Mealhada para Sepins, viagem curtinha, onde a lama já se via, mesmo com os trilhos ainda sem se verem!

O terreno ali não fica molhado, fica ensopado!

Arrumados os procedimentos habituais, levantamento do kit de participante e preparar toda a logística para enfrentar o percurso, bastou então esperar pelas tardias 9h35m para arrancar rumo à lama, muita lama!

Foram 68km de percurso, sem grande acumulado vertical, cerca de 850mt, mas onde a lama dificultou e de que maneira o rolar da bike!

A Maratona para mim foi um pouco de castigo!

Em primeiro lugar estou com 1 mês de treino, onde o objectivo passa por voltar a colocar o corpo num ritmo mais activo depois do normal “fim de época”.
Em segundo lugar e como consequência do ponto anterior, perdi neste pouco tempo quase 4kg de peso, o que num percurso muito plano me castigou imenso, ou seja, estou leve a mais para rolar, o que também já nem é a minha especialidade!
Em terceiro lugar, o treino de véspera, com séries, que me deixou obviamente cansado!

Objectivamente Sepins não era local para resultados, mas sim local para perceber o estado do físico!

Arranquei a fundo, mas rapidamente percebi que o meu fundo está fraco e por essa razão aos 20km baixei um pouco o ritmo. Se no 1º reforço alimentar apenas peguei numa garrafa de água, essencialmente para lavar o Edge 800 e ver os dados que nele constavam, no 2º reforço alimentar já parei, onde bebi, comi e voltei a lavar o Edge, novamente uma perda de tempo, esta lavagem!

Em resumo, os primeiros 20km foram no (actual fraco) “RedLine” e os últimos 48km foram menos intensos e tentar não ficar muito para trás!

Acabado de completar o percurso, cortei a linha de meta bem carregado de lama e logo após tive de ficar muito tempo na fila para a lavagem de bikes. Durante esta espera fui brindado com uma saraivada que me arrefeceu bastante, contudo aproveitei-a para falar um pouco com um amigo tripeiro, que já não via há algum tempo!
Seguiu-se um banho às “pinguinhas” de água fria, em contraste com aquilo que precisava, num balneário completamente inundado de lama e sem as mínimas condições de conforto e higiene!

Após tantas “avarias”, foi finalmente hora de devorar o famoso ‘Leitão à Bairrada’, onde só faltou um pouco de arroz (não sou adepto de batatas, então fritas…) e uma sobremesa mais saborosa.

No geral, foi um fim de semana muito agradável, onde tive a companhia da minha cara metade, a Cristina, onde o pior foi a lama do percurso, os banhos / balneários do evento, os pórticos / portagens nas AE e a gasolina, que continua a subir de forma gritante, gasta em cerca de 400km de carro!

Quanto a Sepins, contava com lama se chovesse, assim como com a ausência de subidas, mas não contava com as condições dos balneários e por isso, é a riscar do mapa!

Todas as fotografias, aqui neste link!

Sem comentários: