Apoios

Apoios

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Ultimo Fim de Semana de Agosto

Com a Douro Bike Race já tão próxima, no passado sábado decidi ir fazer um breve treino em BTT.
Altimetria Sábado A intenção foi tão só voltar a dominar a bike em terrenos técnicos, nada de objectivos de intensidade física, apenas fazer uma avaliação da destreza e domínio que se tem, após alguns meses a pisar somente asfalto, em pedra solta. Vistas desde a Serra de Leomil
Durou apenas 1h55 o treino. Improvisei um circuito de 15km, com 374 mt de desnível vertical, perto de casa e por 2 vezes o repeti, de forma a aproveitar os trilhos mais interessantes para o objectivo pensado.
Como era esperado, os primeiros quilómetros demonstraram que não ir aos trilhos tanto tempo, castiga-nos tecnicamente. Depressa também percebi que ter levado a FS (bike com suspensão total) em detrimento da HT (bike com suspensão frontal), foi uma excelente escolha, a HT sairá para o mesmo percurso na próxima tarde de sábado, já com o sentido técnico mais activo!
A sensação de “voltar” ao BTT foi interessante, mas continua a não “puxar” nesta altura do ano. O calor incomoda pelas baixas velocidades, o pó é bastante desagradável e a “bicharada”, principalmente os insectos que são muito chatos a rondar o capacete, irrita!

Altimetria Domingo No domingo voltei à estrada, voltei às encostas do Douro.
Pinhão à Vista desde Valença do Douro O Douro proporciona o que eu gosto e aquilo que preciso nesta altura, altimetrias exigentes. Depois tem também paisagens magnificas que acabam por ajudar a diminuir as dificuldades. 
Saída de (e regresso ) Moimenta da Beira, com passagem por Sernancelhe, Penedono, Trevões, Castanheiro do Sul, Valença do Douro, Rio Douro e Tabuaço.
Foram aproximadamente 106 km com 1950 mt de acumulado vertical, em estradas com muito pouco transito, o que é excelente. A lamentar apenas o facto de não ter companhia, ter de realizar este percurso sozinho, assim como outros num passado recente, é a única ressalva negativa que posso apontar!

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Douro Bike Race – Altimetria e Dificuldade Técnica

É este (em cima) o grafismo de altimetria da soma das 3 etapas da Douro Bike Race!

Depois de analisado é capaz de assustar um pouco, mas se logo depois acrescentarmos às dificuldades de altimetria a dificuldade técnica que fará parte dos trilhos a percorrer… então é que a “coisa” fica negra!

O plano de treinos foi pensado na dificuldade que todas as subidas irão provocar e na resistência necessária para completar as 3 etapas, mas só isso não chega.
Agora está na hora de acrescentar aos treinos a vertente técnica! É isso que conto fazer já amanhã durante a tarde (de manhã trabalha-se!), em alguns dos muitos trilhos carregados de pedra que existem por Moimenta da Beira e arredores. É desta forma que espero recuperar alguma destreza necessária para este tipo de piso que, com já alguns meses só em asfalto a pedalar, faz perder!

Devido à exigência técnica que a DBR contempla, estou quase decidido a afinal ir participar de bike All Mountain, a Canyon Nerve AM com 140mm de curso de suspensões (embora reguláveis na frente a 100, 120 e 140mm), em vez dos 100mm (só frontais) que a semi-rígida  Orbea Alma permite. Com esta troca de bikes, ganho conforto, segurança, tracção, mas perco sobretudo rapidez em subida e leveza da própria bike. A diferença de peso entre elas é superior a 3kg, mas como o objectivo é aproveitar o evento e não competir, a Canyon é sem dúvida a melhor escolha! O que faltará juntar ao equipamento da bike?! Uma GoPro, por exemplo! :)

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Blogue no Facebook

Se até há uns meses/anos atrás, ter um blogue ou um site pessoal era sinónimo de estarmos a comunicar com o mundo cibernético, com o aparecimento do Facebook quase tudo mudou!

O Facebook mudou os hábitos dos navegadores virtuais! O normal hoje em dia é consultar a caixa de correio electrónico depois de consultar as notificações e o mural no Facebook! Aliás, hoje em dia subentende-se que quem não tem perfil no Facebook, não é deste planeta!

Eu comecei por criar um blogue há 5 anos. Depois de alguns meses de uso deste, e ainda com as limitações que ainda eram bastantes, decidi avançar para um site pessoal (www.cesarbernardo.com), o que dava liberdade de criar no mesmo o que me apetecesse, muito mais completo que um simples blogue, embora mais complexo, o que acabava por ser interessante, era também um desafio!

Com o passar dos tempos, e com a evolução que a plataforma blogger teve, acabei por voltar ao blogue e esquecer o site pessoal, que afinal era "coisa" a mais para aquilo que eu queria e tinha custos.

Quando pensava que era por aqui que iria ficar, estava certo, mas não pensava que seria ainda mais completo e possível casá-lo com o Facebook!

Este casamento está feito e permite que as publicações no blogue sejam da mesma forma publicadas no Facebook de forma instantânea, o que significa que melhor que 1 meio de comunicação, só se forem 2, e se 1 for o Facebook, a comunicação cibernética está garantida!

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Fim de semana quase a 300!

Um fim de semana em cheio!

Este fim de semana passado foi produtivo em quilómetros de bike de estrada, fica o resumo dos 3 dias, 3 saídas!

Sábado

Apesar de ter trabalhado de manhã, aproveitei o final da tarde para, a “solo”, realizar a ligação desde Moimenta da Beira até à cidade da Guarda.
Foram 86,4 km, com um total de desnível acumulado vertical de 1318 mt, com alguma peripécias pelos meio! A começar pelo track (percurso) que me foi enviado, que estava “aldrabado” e que me levou a sair da estrada correcta, dirigir-me a uma aldeia isolada, a entrar aí num trilho próprio para… BTT, a necessitar de procurar alternativa a este e finalmente, a ter de voltar para trás em fuga a canídeos! Outro factor a realçar, o vento que este Verão não pára e que durante as tardes torna-se ainda mais insuportável, o que para os meus 62 kg, por vezes é uma aventura valente! A temperatura foi bastante alta e aliada a um desleixo na re-hidratação, cheguei ao fim dos 86,4 km bastante desidratado!
Segue-se o gráfico de altímetria vs velocidade

Domingo

A manhã na cidade da Guarda começou cinzenta e bastante húmida, mas com temperatura extremamente agradável, pena foi não ter sido assim toda a manhã!
Juntamente com 3 parceiros arrancamos com destino a Trancoso, onde iríamos chegar com mais 2 colegas que vieram desde lá ao nosso encontro! Desde a Guarda até Trancoso foram percorridos 80 km em ritmos pouco aconselháveis, por um percurso “inventado” onde quase todo o acumulado vertical foi feito em autênticas “paredes”, onde a loucura dos “piques” foi constante! Chegados a Trancoso e depois de um excelente abastecimento num café local (bifanas e “mulatas”), foi hora de dividir o grupo de 6 unidades, em 3 de 2 elementos, 2 “estacionaram” em Trancoso, 2 seguiram para a Guarda e outros 2 (eu e o meu parceiro e cunhado, o Sérgio) directos a Moimenta da Beira. Se a Trancoso chegamos com um ligeiro empeno nas pernas, até Moimenta da Beira rebentou-se com o resto! A ligação de 42km foi feita, apesar do vento contra, nos primeiros 29 km a uma média superior a 36 kph, altura em que o Sérgio trocou as pernas por “caibros” e foi necessário abrandar abruptamente o ritmo! A manhã rendeu então 122 km com 1712 mt de acumulado vertical.
Segue-se o gráfico de altímetria vs velocidade

Segunda-feira

Manhã idêntica, para não dizer igual, à do dia anterior em termos de condições do tempo.
Saída de Moimenta da Beira com destino a... Moimenta da Beira, passando por Armamar, Valdigem, Peso da Régua, Lamego e Castanheiro do Ouro (Tarouca). Foram 86,5 km e 1510 mt de acumulado vertical, realizados a um ritmo mais calmo do que aquele que eu tinha idealizado, mas o Sérgio não se deixou levar por alguma tentativas minhas de tentar aumentar o ritmo e ainda bem que assim foi!
Segue-se o gráfico de altímetria vs velocidade

No total foram realizados 294,9 km com um acumulado de desnível vertical de 4.540 mt, ou seja, um fim de semana em cheio!

Com a Douro Bike Race a exactamente 1 mês de distância, a preparação continua a ser feita dentro dos parâmetros pré-estabelecidos!

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

A ida ao Monte Farinha (Sra. da Graça, Mondim de Basto)… de bike, pois claro!

Tal como combinado de véspera com o meu parceiro de pedalada, Luís Morgado, eram 7h da manhã de domingo (07/08/2011) quando arrancamos desde Moimenta da Beira, com destino ao Cimo do Monte Farinha!
Pelo trajecto inicialmente marcado, a tirada de 125km seria longa e penosa, teríamos os 2 de percorrer os primeiros 53km até termos a companhia de um 3 parceiro, Joaquim Soares. Se os 53km a sós corresponderam à realidade, na totalidade foram 137km os quilómetros totais do dia, 127 em vez dos 125 previstos e a acrescentar 10 correspondentes ao “voltar para trás” do cimo da Sra. da Graça até à carrinha do Pedaladas, estacionada no sopé da Serra!
Entrei na subida já com 118km nas pernas, o avistamento da Capela lá bem no cimo assustava, pensava que após já tanto quilómetro feito e com aquele panorama pela frente, talvez fosse difícil cumprir o objectivo e, por isso, realizei toda a subida umas pedaladas abaixo do que realmente podia ter feito! Ao passar na indicação de “4KM META”  e a sentir que estava a correr bem a subida, ainda pensei “deixar na estrada” o que as pernas me transmitiam de sensação, mas o consciente mandou-me seguir o mesmo ritmo, tanto que a Meta não era para mim, só para aqueles que depois das 17h25 eram lá cima esperados por toda a gente!
Cheguei lá bem em cima sozinho, o Luís Morgado, que tivera feito uma boa parte da subida comigo, tinha ficado para trás talvez a meio da subida, cheguei lá com a satisfação de ter completado o objectivo do dia e ali fiquei por alguns instantes a tão só desfrutar as magnificas vistas que esta serra, bem no seu topo, proporciona!
Do registo do dia, realço:
  - 137 km;
  - 2600 mt acumulado vertical;
  - 4200 kcal gastas;
  - Excelente convívio;
Aos meus parceiros do dia (Luís Morgado, desde o km 0 da aventura; Joaquim Soares, desde o km 53; Abel Caetano, desde o km 118 e que assim realizou, e muito bem, a subida do Monte Farinha) agradeço o dia passado de forma estupenda!

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Monte Farinha (S.ra da Graça – Mondim de Basto)

Clicar Para Aumentar A minha preparação para a Douro Bike Race continua conforme o Plano de Treinos existente e em vigor desde há pouco mais de 2 meses, mas este fim de semana, mais concretamente no domingo, vou fugir um pouco a esse mesmo Plano de Treinos e aproveitando o facto de a 3ª etapa da 73ª Volta a Portugal em bicicleta acabar no cimo do Monte Farinha, vou tentar ligar Moimenta da Beira até esse local, mais conhecido como o Alto da S.ra da Graça.
São pouco mais de 125 os quilómetros a percorrer, onde as maiores dificuldades são a própria quilometragem, a passagem pelo Parque Natural da Serra do Alvão (serra a visitar também num dos 3 dias da Douro Bike Race, mas nessa altura será em BTT) e a mítica subida do Monte Farinha.