Apoios

Apoios

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

“Chegou” 2017!

2017Ainda estamos em Novembro de 2016, mas ‘tecnicamente’ já estou em 2017!
Para quem anda nestas lides do ciclismo percebe perfeitamente o que já está em causa nesta altura.
Desde a definição de grande parte do calendário de provas no ano seguinte, até à consequente e normal planificação de treino.

 

O que espero para 2017? O que tenho programado para 2017?

2017 será sobretudo um ano de grandes desafios!
Os objetivos principais serão diversão, amizade e novos ‘horizontes’. Não farei para já uma divulgação total do meu calendário, já bastante preenchido e com provas de grande impacto e elevada dificuldade, mas com o desenrolar do tempo por aqui falarei sobre ele.
Resta mencionar que em 2017 haverão 2 grandes pilares onde assentará o concretizar de grande parte do meu calendário, aos quais agradeço todo o apoio e confiança:

fb-main-pic-jul16Com a primeira grande prova (por etapas em BTT) do ano a ocorrer no início de Março (dias 3, 4 e 5 em Tavira, no muito conceituado Algarve Bike Challenge), este mês de Novembro começou já com os treinos mais rigorosos e estruturalmente planeados, aproveitando também já 2 provas de boa qualidade e dificuldade considerável para começar a absorver e despertar o espirito mais competitivo da modalidade.
Pelo que estive no passado domingo, dia 13, na Beselga, Penedono (XII Maratona BTT nos “Trilhos do Ceireiro”) e estarei no próximo dia 27 na Guarda (Invernal de BTT Cidade da Guarda).
Em 2017 irei também participar na taça / campeonato da Associação de Ciclismo de Vila Real, sendo que a primeira prova ocorrerá também em Março, no dia 12 em Vila Pouca de Aguiar!

Irei tentar manter o blogue o mais atual possível, principalmente com os resumos / rescaldos das provas onde participarei.

beselga1Falando um pouco sobre a prova do passado domingo na Beselga, Penedono, foi mais um evento com a qualidade de uma organização já muito experiente e onde o nível (organizativo) esteve, como sempre, a top.
O percurso com 63,6 km e pouco menos de 1.500 m D+, foi talvez o mais violento desde que me recordo nestes “Trilhos do Ceireiro”! Foi exigente e pouco macio, já que a pedra solta e os caminhos florestais muito irregulares dificultaram de sobremaneira o rolar da bicicleta.
O estado do tempo, muito húmido e com muita presença de nevoeiro, não foi o melhor, mas a ausência de chuva acabou por ser bastante benéfico, não dificultando ainda mais uma verdadeira manhã de todo o terreno em bicicleta!
No final com um bom banho quente e um almoço muito farto, pode-se dizer que foi um evento que preencheu, mais uma vez, a qualidade… habitual!

Estive na Beselga com as cores do Pedaladas Clube de Cicloturismo de Moimenta da Beira e será com essas cores que me deslocarei até à Cidade da Guarda no próximo dia 27!

As novidades no meu blogue podem ser facilmente encontradas nas minha página pública do Facebook, aqui!

Até breve!

Sem comentários: