Apoios

Apoios

sexta-feira, 29 de agosto de 2008

Dia Quatro (14/08/2008):

(Peço desculpa pelo atraso no retomar do Relato da GR22, mas o Algarve chamou por mim...)

Tomamos o pequeno-almoço na Mêda e arrancamos pouco depois das 9h30 rumo a Almeida, pelo meio da etapa iríamos visitar Castelo Rodrigo, onde acabamos por almoçar, mas antes de Castelo Rodrigo o Nelo já está a furar. Após o estômago estar bem mais composto, fica o registo do recorde de velocidade de toda a Rota, 72,6 km/h, em alcatrão, pois claro. De Castelo Rodrigo, devo dizer que, fiquei impressionado; muito bonito, arranjado, limpo e que merece a visita de todos nós. Após alguns e bons quilómetros, a proximidade de Espanha é-me lembrada via SMS, “Bem-vindo a Espanha...”, a rede Optimus perto de Almeida é uma miragem e as operadoras espanholas dão sinal de vida. Antes de chegarmos a Almeida, mais do mesmo, o Nelo volta a furar, os pneus em não muito bom estado deixam os furos aparecer com mais regularidade. Uma vez chegados, fomos às compras a um supermercado, fruta e bebidas para completar o fim de tarde, depois, conseguimos desencantar um banho quente e mais uma vez arranjamos um tecto para dormir, foi no antigo Centro de Saúde. Jantamos num restaurante indicado por alguém local, foi pena o arroz estar a acabar e a sopa ter esgotado ao almoço, de qualquer das formas o saldo é positivo, saímos bem jantados. Demos uma voltinha a pé pelo interior das muralhas mas estava bastante frio, fomos tentar saber que concerto iria ocorrer num dos palcos montados no recinto das festas, seriam os Anjos, que entrariam em cena depois da 1h da manhã, felizmente que a esta altura do campeonato o sono já era mais pesado e os tais fulanos não me incomodaram o descanso merecido, apesar de estarem a poucas dezenas de metros do nosso refúgio nocturno.










3 comentários:

MYRAGE disse...

Só vejo fotos de gajos....feios.

Gajas aventureiras da GR22, nada ?

Ah Valentes.


MY

Gonber disse...

tá difícil de sair o relato...

César Bernardo disse...

Falta de tempo, amigo Gonber! Mas vai sair... :)