Apoios

Apoios

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Via da Prata - Chaves até Santiago de Compostela - Final

O terceiro dia começa, como habitualmente, ainda com o sol por nascer, estava frio e não imaginávamos que depois de almoço iríamos levar com 43ºC...
Lá arrancamos de Cea, o destino era Bandeira, haveria apenas uma subida e o resto seria a descer e plano. A subida era até de inclinação simpática, andava pelos 5%, idêntica à subida após Ourense, mas a extensão afinal não era assim tão curta, tal como a já falada, era também "composta" por uns bons quilómetros, mas o pensamento era: "depois é só descer até Bandeira", e assim foi, chegamos ao albergue de Bandeira, era (?) também um parque de campismo, grande, estavam 4 peregrinos apeados já à espera da responsável pelo local, entretanto ela chega e dá uma novidade interessante, só existem 8 "plazas"! Bem, era hora de seguir viagem porque corríamos o risco de não ter lugar, devido à prioridade que os peregrinos a pé têm sobre os que se fazem acompanhar pela bike, e ainda era muito cedo... Optamos por ser roubados em Bandeira, quer dizer, optamos por almoçar em Bandeira e fomos roubados no preço do almoço, nada de espantar pelo segredar muito estranho entre a funcionária que nos serviu e a bandalha que estava atrás do balcão, mas adiante... (não parem para almoçar no Restaurante Gloria em Bandeira). Descansamos um pouco num parque / jardim na mesma localidade e depois seguimos viagem, destino: vamos indo e logo se vê; após passarmos Ponte Ulla, somos banhamos por uma subida brutal e por um calor simpático, 43ºC! Fomos andando, comia-se e bebia-se conforme era necessário, até que já só havia um objectivo: chegar a Santiago de Compostela, e assim foi, após 88 km neste terceiro dia, chegamos à Catedral de Santiago, onde pudemos descansar e contemplar a fantástica praça.
Havia agora outra meta, encontrar lugar para dormir, pensões e hotéis ou eram (muito) caros ou estavam lotados, dirigimo-nos ao Convento de S Francisco, havia lugar para 4, tomamos banho e saímos para jantar, o convento abria as portas pela ultima vez às 21h50 e já eram 21h10, jantamos rapidinho (mais um roubo) e voltamos ao Convento, acabamos por conhecer, entre outros, um holandês que já levava 16 semanas de aventura, "ganda maluco"! Já que tínhamos de estar lá dentro, optamos por ir à oração franciscana, uma experiência nova, com rituais engraçados; foi muito, muito interessante!
Dormiu-se e assim acabou o terceiro dia!
O quarto dia foi passado a passear pelo centro de Santiago, a fazer também as compras da praxe, durante a manhã, almoçou-se e seguiu-se viagem para Moimenta da Beira, via Chaves, em automóvel, a meio da tarde!
Após mais uma boa aventura, pensa-se na próxima para 2010, e como objectivo principal: Caminho Francês de Santiago!
Todas as fotografias aqui neste link.

Sem comentários: