Apoios

Apoios

segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Rio Paiva BTT Raid 2008 - Folgosa, Castro Daire

Fiz ontem, domingo 14/08/2008, o primeiro Passeio Organizado após a GR22. Nota-se desde o primeiro instante a grande diferença entre o verdadeiro, do meu ponto de vista, BTT e o BTT que se faz semanalmente. O verdadeiro, tem como objectivo aproveitar os trilhos, as paisagens e a companhia de outros praticantes, andar sem olharmos com tanta frequência para o velocímetro e monitor cardíaco, disparar a máquina fotográfica muito mais vezes, parar quando alguém pára, abrandar quando alguém diminui o ritmo, ... O semanal tem; cada vez mais o tempo cronometrado, se olha menos em redor dos trilhos, se quer mostrar que andamos mais que alguém, é, em suma, uma competição! Concordo que o Homem é competitivo por Natureza, mas justifica-se o que vamos vendo e fazendo todos os fins-de-semana? Estarão estes eventos organizados, nomeadamente aqueles que não se denominam por Maratonas e que depois têm os tempos cronometrados, a estragar a essência BTT?! Eu penso que sim! Concordo com a realização das Maratonas, servem para satisfazer o espírito competitivo que existe em nós, mas nos Passeios não devia existir a mesma atitude, devia-se encarar de outra forma, primeiro por quem organiza, depois por quem participa. Será que não é possível que uma organização tenha a forma de organizar uma Maratona e um Passeio e assim satisfazer todos aqueles que gostam de praticar BTT? É possível, sei por experiência própria!
Falando agora do evento de ontem, antes de se iniciar, já estava eu de certa forma desiludido, tinha uma avaria grave na bicicleta, estava sem travão da frente! Com muitos poucos quilómetros planos é muito complicado andar sem o travão que mais potencia de travagem/paragem tem sobre bicicleta, neste aspecto foi uma experiência terrível que tive de passar. Os trilhos eram engraçados, tinham partes algo complicadas (técnicas), no total foram 1235 mt de acumulado em 48 km, o que mostra que não era um trajecto fácil. Teve um passar de labirinto por ruelas, quelhas e caminhos quase sufocantes que nada me agradou, mas que de certeza agradou a outros, passagens de água muito boas, mas um reforço tardio e pobre. Para acabar menos bem, banhos gelados e feijoada...








Todas as fotos aqui neste link!

Sem comentários: