Apoios

Apoios

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Resumo - Maratona Invernal de BTT Cidade da Guarda

Contava que a minha última maratona de 2011 corresse melhor, bem melhor!

S Fui de véspera para a Guarda, aproveitando tal facto passei (a tarde) na Garbike para uma ligeira revisão na Stumpjumper, acabei por lhe trocar os punhos, o que lhe deu um “ar” novo e menos umas gramas na balança. Estava então tudo pronto para o dia da verdadeira maratona!

Manhã de domingo com uma geada bem visível na cidade mais alta de Portugal.
Encaminhei-me para a zona de meta, juntamente com o meu cunhado Sérgio Valadares, ao encontro de mais amigos da Guarda, com quem contava fazer esta tirada.

Dá-se o início da maratona e aí vamos nós a fundo rumo aos trilhos.
Como a parte inicial já em trilhos era bastante rápida, tivemos de ir passando outros que se “cortam” um pouco mais em zonas mais rápidas. A esta altura estava a sentir a manhã de sábado nos braços, tinha imensas dores nos músculos dos braços e nos ombros, pois os 2310kg de pellets que tive de acartar/carregar em sacos de 15kg, na maior parte das vezes 2 sacos de cada vez, deixaram-me valentes mazelas, mas o pior estaria mais à frente, porque há coisas bem piores que dores!
Ao aproximar-me de um grupo de 3 elementos, sou barrado durante umas boas dezenas de metros e vejo os meus companheiros a afastarem-se, nada que me preocupasse na altura, pois sabia que mais à frente os encontraria de novo.

Mas mal eu sabia que mais à frente, iria ficar “entalado” para todas as zonas rápidas deste percurso que contemplava 68km com 1700mt de acumulado vertical, dado que o meu desviador da frente iria ter um colapso e deixar-me com apenas 24 dentes na pedaleira, a corrente deixou de chegar aos 38 dentes que a “talega” carrega!
Pensei por mais do que uma vez meter-me numa estrada mais próxima e seguir directo para a Guarda, mas a avaria que eu tinha não me impedia de continuar, teria de ir “apenas” mais devagar pois claro, e tendo noção que a minha luta nas maratonas não é ganhar nada, combati a minha frustração e arranjei a força psicológica suficiente para seguir pelos trilhos marcados e completar o principal objectivo para este dia 27 de Novembro, fazer a Maratona Invernal de BTT Cidade da Guarda!

Acabado de completar o percurso, seguiu-se um bom banho, entreguei a Stumpjumper à Garbike, para lhe dar guarida e compostura esta semana, e por fim acabamos por nos dirigir a um restaurante onde pudemos almoçar, muito bem, e passar o resto da tarde em ameno convívio.

Feito este breve resumo da minha última maratona de 2011, vou agora entrar numa fase nova da minha pedalante vida, a começar pelo cargo que deixarei de ter no Pedaladas Clube de Cicloturismo no final desta semana, onde estou na direcção há 4 anos, os últimos 2 como presidente, e depois na preparação para o Caminho Francês de Santiago, isto se o meu futuro parceiro não se negar entretanto!

Até breve!

Sem comentários: